Roteiro de Arquitetura no Rio de Janeiro

20ago, 2021

Você sabia que o Rio foi a primeira Capital Mundial da Arquitetura eleita pela Unesco? A premiação ocorreu em 2018, devido a seu rico acervo arquitetônico que relembra os primeiros tempos do nosso país.

Devido a esse passado arquitetônico, histórico e cultural, a capital fluminense é um símbolo de diversidade urbana, tendo por aqui passado vários arquitetos renomados, os quais desenvolveram projetos que se tornaram referências. Entre eles estão Lúcio Costa, Roberto Burle Marx, Affonso Eduardo Reidy e Oscar Niemeyer.

Confira agora uma lista com alguns roteiros que contribuíram para a cidade ganhar esse prêmio:

Museu do Amanhã

Uma imagem contendo ao ar livre, água, grande, navio

Descrição gerada automaticamente

O Museu do Amanhã foi inaugurado em 2015 e já se tornou um local icônico. O museu de ciências interativo é uma obra com clara assinatura do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, um dos maiores arquitetos do mundo.

Arcos da Lapa

Uma imagem contendo ao ar livre, edifício, ponte, grande

Descrição gerada automaticamente

O conjunto de arcos é um marco da arquitetura colonial no país, sendo considerada a obra de maior porte dessa época. O Aqueduto foi construído no século XVIII para transportar a água do Rio Carioca e abastecer a cidade e reconstruído com materiais mais resistentes e seguros. Os 42 arcos duplos apresentam estilo romântico e são hoje um dos principais cartões postais da cidade.

Theatro Municipal

Estátua de uma igreja

Descrição gerada automaticamente com confiança média

O Theatro Municipal é o maior exemplo da arquitetura eclética desenvolvida na cidade no início do século XX. O projeto faz clara referência à Ópera Garnier de Paris, remetendo ao estilo europeu. É possível observar a mistura de elementos clássicos e barrocos em suas fachadas. No exterior, há esculturas feitas pelo artista brasileiro Bernadelli, vitrais alemães com nomes grafados de mestres da música e da dramaturgia nacionais e mundiais. Na parte interna também há vários elementos simbólicos, como o grande foyer, decorado no estilo Louis XVI.

Parque Lage

Casa com gramado e árvores ao fundo

Descrição gerada automaticamente

O Parque Lage é um antigo engenho de açúcar tombado pelo IPHAN como patrimônio histórico e cultural. Lá se encontra um casarão do século XIX em meio à floresta nativa de Mata Atlântica.

O caráter eclético de sua arquitetura e o estilo de vida de seus moradores, os cariocas Henrique Lage e Gabriella Besanzoni, são o espelho de uma época onde a vida social da cidade era concentrada em salões, reuniões e saraus. Apesar de ser uma obra eclética, há o predomínio de elementos da construção italiana.

Se você é fã de arquitetura, não pode deixar de conhecer esses pontos turísticos no Rio de Janeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *